CONDE: Movimento LGBT comemora aprovação do seu Dia Municipal do Orgulho LGBT e Combate à Homofobia

O Movimento LGBT de Conde conseguiu, junto a Câmara de Vereadores, a aprovação do dia 28 de Junho como o seu Dia Municipal do Orgulho LGBT e Combate à Homofobia. O Projeto de Lei de Iniciativa Popular contou com um abaixo-assinado promovido pelo Movimento, e foi apresentado em plenário pelo vereador Fernando Araújo (PTdoB) e subscrito pelo Presidente da Casa, Ednaldo Barbosa (Naldo Cell - PT).

A votação final foi a seguinte: 05 votos a favor, 01 voto contra (do vereador Luzimar Nunes - PSD) e 04 abstenções.

O vereador Fernando Araújo explica que o seu principal motivo em assumir essa parceria com movimento LGBT é para eliminar a discriminação. “Para o ser humano o que vale é a igualdade. Opção sexual é de cada um. No meu ponto de vista, não vi nada demais em atender uma solicitação que visa regulamentar uma data que já existe: o orgulho LGBT para o dia 28. E também existe um abaixo-assinado para isso. Agora vai para o Poder Executivo e, tenho certeza, será sancionada pela prefeita Márcia Lucena. Hoje o município do Conde já está à frente pela consciência, porque existe uma Secretaria pra isso, pela vontade da Prefeita. [Entendo que] o tratamento tem que ser igualitário independente de qualquer opção sexual que seja ou de qualquer outra coisa”.

Segundo Patrício Tavares, Coordenador de Diversidade Humana da prefeitura de Conde, este é um marco histórico para o município que nunca havia aprovado nenhuma lei que beneficiasse a sua população LGBT: “Um grande avanço pra a nossa comunidade, é uma vitória porque vem para fortalecer o movimento que surgiu há pouco tempo aqui no município. Estamos trabalhando as políticas para os LGBT, e a Prefeitura tem dado total apoio: mês passado fizemos uma capacitação com os profissionais de saúde e de assistência social para o atendimento a essa população garantindo espaço e direitos igualitários nos atendimentos. Para isso, a Coordenadoria atende diariamente as pessoas para dar encaminhamentos para os LGBT”.

Rodrigues Figueiredo, membro do movimento e principal articulador da petição, explica que esta é uma grande conquista para a cidadania LGBT. “Para a gente é muito importante essa data. Sabemos que existem datas nacionais, no entanto, para nós no município do Conde, precisávamos de uma data pra mostrar pra a população quem somos, quantos somos e para que viemos, para podermos lutar pelos nossos direitos. Não queremos privilégios, nem exclusividade, queremos apenas igualdade. Acredito que cada município deve ter o seu dia para comemorar o Orgulho LGBT”.

A data, instituída pela ONU, faz alusão ao episódio que ficou conhecido como Stonewall Inn, nome de um bar frequentado por grupos das comunidades lésbica, gay, bissexual, transexual e travesti (LGBT) de Nova Iorque, e que, na noite de 28 de junho de 1969, teve seus frequentadores presos pela polícia, culminando com vários dias de protestos pela cidade norte-americana. De acordo com dados da ONU, em 76 países do mundo, ter um parceiro do mesmo sexo ainda é considerado crime.

Second
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.