Audiência pública marca Dia de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa Idosa em João Pessoa




Exploração financeira e negligência com as necessidades básicas de moradia, alimentação e medicação são as principais violações de direitos cometidas por familiares contra a pessoa idosa. Essas e outras violências serão discutidas numa Audiência Pública, nesta quinta-feira (8), às 15h, no auditório da Câmara Municipal dos Vereadores de João Pessoa.

O evento, organizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, faz parte das comemorações alusivas ao 15 de Junho, Dia de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa  Idosa. A atividade faz parte de uma programação elaborada para ocorrer todo o mês de junho, com palestras nas escolas municipais; instituições de longa permanência; nos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, da Secretaria de Desenvolvimento social (Sedes) e grupos de convivência.

Vulnerabilidade Social - Nilsonete Ferreira, presidente do Conselho, diz que, hoje, cerca de 15% da população de João Pessoa é formada por pessoas idosas, sendo que 12% vive em situação de vulnerabilidade. “A situação mais gritante é com relação à moradia. As noras e filhos não querem cuidar e aí surgem os conflitos dentro de casa, culminando com o descarte para asilos ou situações piores”, destaca.

Segundo ela, o Conselho recebe de duas a quatro denúncias de violações por dia. “Embora não seja atribuição da entidade, mantemos uma parceria com o Ministério Público, para minimizar as demandas e encaminhamentos para os serviços públicos do município”, conclui Nilsonete.

Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.