Preço de brinquedos tem variação de até 185% em João Pessoa, diz Procon

Uma pesquisa de preços feita pelo Procon da Paraíba constatou uma variação que pode chegar até 185,74% nos preços de brinquedos em estabelecimentos de João Pessoa. A pesquisa foi realizada entre os dias 3 e 5 de outubro deste ano, tendo em vista a procura por este tipo de produto, com a aproximação do Dia das Crianças.
Um dos itens pesquisados, um telefone de brinquedo interativo, foi o que apresentou a maior variação de preço. Em uma loja ele foi encontrado ao valor de R$ 69,99, mas, no estabelecimento mais caro, o preço chegou a R$ 199,00. Nesse caso, o consumidor pode chegar a ter uma economia de R$ 130 se optar pelo estabelecimento com o menor preço.
Outro produto que teve grande variação foi uma boneca, que teve variação de R$ 49,99 para R$ 139,99, entre o menor e maior preço. A oscilação do valor nesse produto chegou a 180,04%. Outras sete bonecas ainda apresentaram variação superior a 100%.
A pesquisa qualificou os 87 itens em sete categorias: educativos para crianças entre 1 e 3 anos, jogos de mesa ou tabuleiro, conjuntos de massa de modelar, peças montáveis, bonecas, figuras de ação, carros em miniatura e carros de controle remoto.
O Procon-PB recomenda aos consumidores algumas dicas que podem ser seguidas visando a economia no bolso e o exercício de seus direitos. Se a compra é realizada à vista, em espécie ou em parcela única no cartão de crédito, o produto não deve sofrer alteração no preço. Tal mudança pode ocorrer apenas para a compra parcelada, com condições claras para a contratação. Outra informação é que o fornecedor não pode exigir um valor mínimo para que o consumidor adquira determinado produto ou serviço através de cartão de crédito.
Troca do produto
Ainda segundo o Procon, na compra dos produtos e serviços, o consumidor deverá ficará atento à política de troca determinada pelo estabelecimento comercial. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), os estabelecimentos não são obrigados a trocar mercadorias sem defeitos de fabricação. Entretanto, muitas lojas costumam realizar essas trocas como forma de fidelizar clientes. Logo, é importante que o consumidor se informe, e observe as informações disponíveis dentro das lojas e na nota fiscal.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.