MPF investiga 'fantasmas' e desvios na prefeitura de Campina Grande

Um inquérito civil público foi aberto pelo Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba para apurar supostos desvios de verbas de programas federais, para pagamento de servidores fantasmas por parte da prefeitura de Campina Grande. A denúncia havia sido arquivada e, após revisão, convertida em inquérito no dia 5 de outubro e publicada no Diário Oficial no sábado (8).
Segundo o procurador-geral do município, José Fernandes Mariz, a denúncia é infundada. "Isso já foi arquivado e agora houve essa revisão. Não há problema que continue a investigação. A prefeitura está de portas abertas para qualquer um que queira apurar", disse.

Conforme portaria da procuradora da República Acácia Soares Peixoto Suassuna, os possíveis desvios são nos programas Bolsa Escola, Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida. O dinheiro seria convertido para pagar salários de supostos funcionários fantasmas contratados pela gestão do prefeito Romero Rodrigues, desde 2013.
Ainda na investigação, consta denúncia de privilégios ilegais mantidos em favor dos vereadores da base aliada ao Prefeito, censura às comunicações postais da prefeitura e impedimento à atuação de agentes fiscais do Procon, Vigilância Sanitária e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba (CREA).
José Fernandes Mariz informou ainda que os secretários de Obras e Planejamento e Assistência Social já apuram as denúncias. "Ainda vamos acionar na Justiça o autor das denúncias por denunciação caluniosa. Ele vai ter que provar", afirmou o procurador municipal.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.