Corpo de jovem é achado na zona rural de Paulista, na Paraíba

O corpo de um jovem de 22 anos, morto a tiros, foi encontrado por moradores de um sítio na zona rural de Paulista, no Sertão da Paraíba, na madrugada deste domingo (16). De acordo com o delegado Homero Perazzo, titular da Polícia Civil da cidade, a suspeita é de que o jovem tenha sido vítima de latrocínio e a moto dele teria sido roubada e usada no homicídio de um empresário de 48 anos, que foi morto dentro do bar do qual era proprietário, no Centro da mesma cidade, no final da tarde da sexta-feira (14).
Segundo a Polícia Militar, uma ligação anônima foi feita por volta das 1h30 (horário local) deste domingo, informando sobre um corpo no sítio. Ao chegar no local, a polícia confirmou a identidade da vítima. “Nós acreditamos que esse jovem foi morto momentos antes do dono do bar, na sexta. O corpo dele [do jovem] já estava em avançado estágio de decomposição”, explicou Perazzo.

O delegado explica que as informações apontam para um latrocínio no caso deste domingo, uma vez que a vítima tinha uma moto com as mesmas características da que foi utilizada no homicídio da sexta-feira, e que ela teria sido roubada do jovem e utilizada pelos atiradores que mataram o empresário. Segundo Perazzo, as duas vítimas foram mortas de forma semelhante, com tiros no rosto. “Esse jovem, infelizmente, estava no lugar errado e na hora errada”, disse.
Em ambos os crimes, a polícia recolheu os projéteis encontrados nos corpos das vítimas, e uma perícia vai ser feita para identificar se os tiros foram efetuados pela mesma arma de fogo. Até as 13h deste domingo, nenhum suspeito foi identificado ou preso.
De acordo com Perazzo, a principal linha de investigação dos crimes é de que o empresário foi morto por causa de envolvimento com agiotagem, mas outras linhas também estão sendo investigadas. No dia do crime, o delegado já havia descartado a hipótese de crime patrimonial ou passional. “Havia uma quantia em dinheiro no bar, que não foi mexida, nem nada do estabelecimento foi levado. Conversei com parentes da vítima e com testemunhas, e pelo que ouvimos também foi descartada a possibilidade de ter sido um crime passional”, comentou Perazzo, na sexta-feira.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.