Condenado por matar PM é espancado até a morte em presídio da Paraíba

O presidiário Evandir Martiniano Dias foi assassinado na manhã desta segunda-feira (10) dentro do Presídio Padrão de Campina Grande, no Agreste do estado. O apenado cumpria pena de 20 anos pela morte do soldado Alexandre Guerra, assassinado em outubro de 2014, em Juazeirinho, na região da Borborema.

A Secretaria de Administração Penitenciária confirmou a morte do apenado, mas falou que não tinha detalhes do ocorrido dentro da unidade prisional. Agentes relataram apenas que Evandir Martiniano foi morto por espancamento e os suspeitos teriam sido companheiros de cela. O Portal Correio tentou contato com a direção, mas o telefone estava desligado.

Evandir Martiniano foi condenado em março deste ano a 20 anos e seis meses de prisão pelo assassinato do policial militar Alexandre Guerra. O assassinato do PM ocorreu na madrugada de 11 de outubro de 2014 no clube municipal, em Juazeirinho.

Conforme constas nos autos processuais, Evandir cortou a garganta do policial com uma faca peixeira na saída de uma festa e foi preso em flagrante. A motivação do crime teria sido um desentendimento entre vítima e acusado.

Fonte:Portal Correio
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.