Biometria supera meta e atinge 93 mil estudantes de João Pessoa, diz Sintur

A um dia de encerrar o prazo para o cadastramento biométrico dos estudantes de João Pessoa que utilizam o Passe Legal, a meta de cadastro foi superada em mais de mil usuários, de acordo com os dados divulgados pelo Sindicato das Empresas de Transporte Urbano da capital (Sintur-JP) nesta segunda-feira (10). De acordo com Mário Tourinho, diretor do sindicato, a meta era cadastrar 92 mil usuários, mas com o plantão do domingo (9), o número chegou a 93 mil pessoas. O limite para o cadastro termina nesta terça-feira (11).
João Pessoa tem cerca de 200 mil usuários cadastrados no Passe Legal, que dá acesso ao pagamento de meia passagem para estudantes, mas destes, apenas 92 mil são considerados ativos, ou seja, recarregam o cartão com frequência. “Este número que conseguimos no domingo mostra que não só as pessoas que estão ativamente usando o cartão realizaram o cadastramento, mas aquelas pessoas que usam esporadicamente também fizeram”, explicou Tourinho.
Segundo o Sintur, o cadastramento é necessário para que a passagem dos estudantes seja validada, uma vez que o órgão instalou equipamentos nos ônibus de transporte urbano da cidade que registram as impressões digitais dos estudantes. Atualmente, basta o estudante apresentar o Passe Legal, passar o cartão na máquina e depois apresentar a carteira de estudante ao cobrador.

A partir da quarta-feira (12), quando o sistema for liberado, ao passar o cartão na máquina, uma luz branca vai acender na biometria indicando que o estudante precisa fazer a leitura biométrica. Após a leitura, o estudante apresenta novamente o passe legal e está liberado para cruzar a catraca.
“Depois que encerrar o prazo, os usuários não vão poder mais recarregar o cartão sem ter feito o cadastramento. O que significa que ainda iremos realizar o cadastro. O que se encerra é o prazo para que o sistema funcione sem a biometria”, explica o diretor do Sintur-JP. Segundo o órgão, depois de encerrado o prazo, o cadastramento só vai ser feito na sede do Sintur-JP, na Avenida Treze de Maio, no Centro de João Pessoa.
O diretor do sindicato recomenda aos usuários que não estão conseguindo usar a biometria para que procure o Sintur-JP, que está analisando uma saída. “A gente tem recebido relatórios destes usuários, mas são casos isolados e que correspondem a menos de 1% do total de usuários ativos. Para estes, em particular, estamos articulando uma saída por meio de um cartão especial que não necessita de biometria”, diz Tourinho. A meta do diretor é de que até a quinta-feira (13), estes cartões já estejam circulando com estes usuários.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.