Marinha abre navio-patrulha Araguari à visitação no Porto de Cabedelo, neste sábado

O navio-patrulha oceânico Araguari será aberto à visitação pública neste sábado (10) no Porto de Cabedelo. A visita é gratuita e ocorrerá das 9h às 16h30. A Marinha pede para que visitantes não levem crianças menores de cinco anos nem pessoas com dificuldades de locomoção, devido às características, limitações e peculiaridades do navio.

A informação sobre a visitação é do comandante do navio, capitão de corveta Souza de Aguiar, e faz parte das comemorações da Semana da Pátria. A comunicação foi feita ao comandante da Capitania dos Portos da Paraíba, capitão-de-fragata Sérgio Luis Soares da Costa, e a presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gimara Temóteo.

A gestora do Porto de Cabedelo, Gilmara Temóteo, esclarece que o rebocador Triunfo recebeu um número recorde de visitas nesse 7 de setembro – cerca de 1.600 pessoas – e outras 800 não conseguiram entrar. Por isso, a Marinha decidiu abrir o navio Araguari à visitação, o que não estava previsto anteriormente. “Quem não teve a oportunidade de entrar no rebocador, no sábado, dia 10 tem a chance de subir a bordo de um navio com 90,5 metros de comprimento”, comentou Gilmara.

A missão do navio é o serviço de patrulha das águas sob jurisdição brasileira, a fim de contribuir para o controle de área marítima.Subordinado ao 3º Distrito Naval o Araguari mede 90,5 metros de comprimento e tem como armamentos um canhão de 30mm e duas metralhadoras de 25mm.

O navio tem condições de permanecer no mar por até 35 dias sem necessitar regressar para reabastecer, além de dispor de espaço para receber um helicóptero.

Construído no estaleiro de Scotstoun da BAE Systems e finalizado em Portsmouth, no Reino Unido, o Araguari é o terceiro navio da classe 'Amazonas' incorporado à Marinha do Brasil.

A principal característica do Araguari é a flexibilidade, possibilitando seu emprego em diversas tarefas, tais como: operações de patrulha naval, assistência humanitária, busca e salvamento, fiscalização, repressão a atividades ilícitas e prevenção contra a poluição hídrica.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.