Ensino médio e fundamental 2 ficam abaixo da meta do Ideb na Paraíba

Os anos finais do ensino fundamental e o ensino médio das escolas da Paraíba não atingiram as metas estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC) em 2015. Os dados são do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2015, que foi apresentado pela pasta nesta quinta-feira (8).
Segundo a avaliação nacional, realizada pelo Governo Federal, todas as séries apresentaram evolução, entre 2013 e 2015, no estado. Apesar disso, o ensino fundamental 2, que compreende do sexto ao nono ano, e o ensino médio ficaram abaixo do índice estipulado.

Considerando todas as escolas, o Ideb do ensino fundamental 2 cresceu de 3,5 para 3,8, mas ficou abaixo da meta projetada de 4,0 para o ano. O ensino médio evoluiu de 3,3 para 3,4. No entanto, não chegou à meta de 3,9.

Por outro lado, o ensino fundamental 1, que compreende do primeiro ao quinto ano, superou a meta de 4,4, com um Ideb de 4,9. Em 2013, o índice verificado foi de 4,5.
Paraíba - todas as redes
s
As escolas privadas da Paraíba não conseguiram atingir a meta do Ideb para a categoria em nenhuma série. Além de não alcançar o patamar esperado pelo MEC, a rede privada ainda reduziu o índice do ensino médio, de 5,1 em 2013 para 4,9 em 2015. A meta para o ano era 5,8.
O índice do ensino fundamental 1 cresceu de 6 para 6,5, mas ficou abaixo da meta de 6,6. O ensino fundamental 2 evoluiu do índice 5,5 para 5,7, mas não atingiu a meta de 6,2.
Rede privada

A rede pública no geral (educação municipal, estadual e federal) atingiram a meta do Ideb para os primeiros anos do ensino fundamental. O índice das escolas estaduais subiu de 4,2 em 2013 para 4,4 em 2015, que era a meta projetada pelo MEC. A rede pública ao todo teve uma evolução de 4,2 para 4,5, superando a meta de 4,1.
O ensino fundamental 2 teve evolução na rede pública, mas não alcançou a meta de 3,7. O ensino médio regular também cresceu, na rede estadual, de um índice de 3 para 3,1. Porém, não chegou ao patamar esperado pelo MEC, de 3,5.

As redes públicas de João Pessoa e Campina Grande tiveram evolução nos índices dos primeiros anos do ensino fundamental, ambos superando a meta de 4,5 do MEC. Para o ensino fundamental 2, no entanto, houve aumento no Ideb, mas as cidades não conseguiram atingir o nível desejado.

Cidades com melhor desempenho
Os municípios de Boa Vista e Olivedos, ambos no Agreste paraibano, apresentaram os melhores índices do estado para o ensino fundamental público em 2015.Para o ensino fundamental 1, a rede pública de Boa Vista teve o melhor desempenho, com índice de 6,6. Apesar da boa nota, o município não apresentou evolução e ficou estagnado em relação a 2013.
A rede pública de Olivedos se saiu melhor no ensino fundamental 2. O índice evoluiu de 5,0 em 2013 para 5,4 em 2015, ficando acima do patamar estipulado para o ano pelo Ministério da Educação (MEC), de 4,5.

O que é o Ideb
O Ideb é um indicador geral da educação nas redes privada e pública, uma espécie de nota. Para chegar ao índice, o MEC calcula a relação entre rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e desempenho no Saeb/Prova Brasil aplicada para crianças do 5º e 9º ano do fundamental e do 3º ano do ensino médio.
O índice é divulgado a cada dois anos e tem metas projetadas até 2021, quando a expectativa para os anos iniciais da rede estadual é de uma nota 6,0. Assim, para que o Ideb de uma escola ou rede cresça é preciso que o aluno aprenda, não repita o ano e frequente as aulas.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.