Casal é preso por fraude ao negociar imóveis de programas sociais na PB

Um homem de 39 anos e a mulher dele, de 32 anos, foram presos em flagrante na tarde desta quinta-feira (29). Segundo informações da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), eles são suspeitos de atuar na negociação fraudulenta de imóveis de programas sociais, como o Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, e de liderar uma associação criminosa com atuação em João Pessoa.
Segundo a DDF, o suspeito é ex-vice-presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em João Pessoa. A Executiva Municipal do partido informou que eles são filiados ao PT, mas que, “desde 2013, ele não vem participando da vida partidária, muito menos da instância executiva do PT, já tendo sido inclusive afastado da Direção”.
“Desta forma, conforme prevê os nossos estatutos e regulamentos, ele já estava excluído da direção local do PT por ter ficado mais de 2 anos fora de nossos quadros dirigentes. Vale ressaltar que a prisão em flagrante dos citados diz respeito a atuação, segundo a policia, fraudulenta de sua vida privada e profissional. Em nada tendo a ver com o Partido dos Trabalhadores”, diz a nota.
A Executiva Municipal ainda acrescentou que, nesta quinta-feira, está afastando sumariamente os filiados e que vai encaminhar, para a próxima reunião do Diretório Municipal, a expulsão definitiva dos quadros do PT.
O casal começou a ser investigado depois do registro das ocorrências pelas vítimas na Delegacia de Defraudações e Falsificações. Elas denunciaram as negociações criminosas de imóveis e informaram todo o esquema atribuído ao suspeito e a um outro homem, preso em flagrante pela equipe do DDF em julho. As vítimas também disseram que sofreram ameaças de morte e perseguições.
O suspeito que foi preso em julho continua recolhido no presídio do Roger. Na tarde dessa quarta-feira (28), foi realizada a primeira audiência dos processos. Os agentes de investigação receberam a informação de que quando a audiência dele foi encerrada, o homem que foi preso nesta quinta-feira ligou para duas vítimas, dando continuidade às ameaças e querendo marcar um encontro com elas, o que causou bastante preocupação à polícia e culminou com a prisão em flagrante do suspeito e da mulher dele, também suspeita de integrar a associação criminosa.
Eles foram presos em uma casa localizada no bairro de Jaguaribe na zona oeste da capital. Os dois homens são suspeitos de liderar a associação criminosa especializada na negociação de imóveis de programas sociais. Os suspeitos se apresentavam para as vítimas como funcionários da Prefeitura de João Pessoa e falavam ter acesso ao programa de financiamento. Assim, eles pediam dinheiro às pessoas para dar sequência às negociações e, depois que recebiam os valores, desapareciam deixando as vítimas com os prejuízos”, disse o delegado da DDF, Lucas Sá.
As investigações mostraram que os suspeitos vinham atuando há pelo menos quatro anos na capital. Os levantamentos também revelam que a dupla costumava portar armas de fogo alegando ser para proteção pessoal, mas também usavam para intimidar as vítimas e as testemunhas das negociações fraudulentas para que elas não denunciassem os crimes praticados por eles à Polícia Civil. Uma dessas armas, um revólver calibre 38, foi apreendida com o casal no momento da prisão. Também foram encontradas seis munições intactas com o suspeito, cinco munições na bolsa da suspeita e um veículo registrado em nome de uma pessoa que já morreu.
O casal foi autuado em flagrante pelos crimes de ameaça, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa. As investigações da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa serão direcionadas agora para a identificação de outros membros da associação criminosa e de outras vítimas dos suspeitos, para que o prejuízo causado por eles seja devidamente reparado. Qualquer denúncia sobre o caso pode ser feitas para o telefone 197 Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social. Não precisa se identificar e todas as informações serão investigadas pela equipe da DDF.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.