Campina Grande tem aumento de 12% em atos infracionais, diz polícia

Aumentou em média 12,6%, ao longo dos últimos três anos, o número de inquéritos abertos pela Polícia Civil da Paraíba para apurar atos infracionais cometidos por adolescentes, entre 13 anos e 17 anos, em Campina Grande, no Agreste paraibano. Os dados foram divulgados pela Delegacia de Infância e Juventude nesta terça-feira (6).

Ainda de acordo com o levantamento feito pela delegacia especializada, no ano de 2014 foram abertos 400 processos por atos infracionais cometidos por adolescentes, em Campina Grande, tendo uma média mensal de 33,3 casos.
No ano de 2015 a delegacia abriu mais 425 inquéritos, registrando cerca de 35,41 casos por mês. Entre janeiro e agosto deste ano, já foram abertos 300 processos. A média mensal está em 37,5 procedimentos, entre janeiro e agosto.

Segundo a Delegada de Infância e Juventude, Nercília Dantas, a forma como os adolescentes são criados pelos pais e os locais que os garotos frequentam podem influenciar na prática de atos infracionais.
“A maioria deles [adolescentes infratores] vem de famílias desestruturadas em que os pais por ausência em razão de trabalho, ou mesmo por desestrutura social mesmo, envolvidos com crimes também, acabam deixando esses garotos mais livres, sem estar na escola, no meio de um ambiente já propício a incentivá-los ao crime. Esse é o perfil”, disse ela.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.