'Amigos do marcador de páginas' se reencontram após 30 anos na Paraíba

Passaram-se 30 anos. Um marcador de páginas precisou viajar mais de 3.500 km e a dedicatória escrita nele viralizar na internet. Mas Wellington Rodrigues e Virgínia Sousa se reencontraram na noite da segunda-feira (12) em Campina Grande e ainda reuniram outras duas amigas da época de universidade, Jasilene Cavalcanti e Inácia Feitosa.
A história de Wellington e Virgínia veio a público após a jornalista Carol Corso, que mora em Porto Alegre, comprar um livro pela internet de um sebo de Campina Grande e encontrar um marcador de páginas dentro dele. Nele, ela encontrou uma bonita dedicatória de Virgínia para Wellington e publicou a história nas redes sociais para achar os dois amigos.
A postagem chegou a quase 9 mil compartilhamentos e o G1 localizou os dois amigos. Após a divulgação da reportagem, eles entraram em contato e marcaram um encontro. "Eu vim de Brasília para a Paraíba para ver minha família e combinei de reencontrá-los. Somos amigos há muito tempo e foi emocionante. Relembramos nossa trajetória na universidade", contou Virgínia.

Um dos mais ansiosos para o reencontro era Wellington. Desde que a história foi publicada nas redes sociais, ele dizia que esperava há anos ver a 'velha' amiga do tempo da graduação em Letras na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Os dois tinham perdido completamente o contato.
"Foi uma emoção muito grande. Trinta anos sem se ver. Sem falar também que encontrei Leninha [Jasilene] e Inácia depois de muito tempo, mesmo a gente morando em Campina Grande. Agora a intenção é manter o contato com todas. Virgínia deve voltar logo pra cá. Também combinei com as outras meninas pra gente se encontrar todos os meses", disse Wellington.
Virgínia passou rapidamente por Campina Grande, viu os amigos e viajou para Patos, no Sertão paraibano, nesta terça-feira (13). O grupo deve se reunir na próxima semana novamente. "Antes dela voltar para Brasília, devemos nos encontrar para fazer um piquenique no Parque da Criança", garantiu Jasilene.
Novo marcador de páginas
Como prometido em agosto, Virgínia levou de presente um novo marcador de páginas para Wellington. "Ela só esqueceu de fazer nova dedicatória, mas disse que vai escrever quando puder", gargalhou o professor. Os dois já entraram em contato com Carol Corso e já esperam o envio do marcador que tem mais de 30 anos de história.
* Sob a orientação de Aline Oliveira e Taiguara Rangel

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.