Suspeito é preso por fraudes em contratos de TV por assinatura na PB

Mais um suspeito de fraudes em contratos de TV por assinatura foi preso na tarde desta segunda-feira (22), em João Pessoa. De acordo com a Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), a vítima teria sido informada sobre uma prisão da mesma natureza no sábado e fez a denúncia à polícia. O suspeito já estaria realizando as contratações fraudulentas há pelo menos cinco meses, segundo a polícia.
Essa é a sétima pessoa presa pela DDF este ano por fraudes em contratações falsas. O suspeito preso nesta segunda-feira (22) tem 39 anos e é funcionário de uma empresa terceirizada de serviços de telefonia e TV por assinatura, localizada em João Pessoa.

Segundo a Polícia Civil, a vítima teria recebido diversas ligações da empresa contratada, questionando cinco faturas atrasadas em seu nome, mas em endereço diferente de onde reside.
Após a denúncia da vítima, uma equipe foi acionada para apurar os fatos, confirmou a contratação fraudulenta e apreendeu os equipamentos instalados. O vendedor responsável pela fraude foi preso no bairro dos Bancários, na capital.
O suspeito confessou as fraudes e disse que os contratos falsos foram emitidos a partir da utilização de informações do banco de dados da empresa terceirizada, realizando as contratações em nome de pessoas que, inicialmente, tinham a solicitaçõe reprovada por possuírem alguma restrição comercial.
Ainda segundo a polícia, as negociações eram concluídas com a confirmação dos dados obtidos no banco de dados, sem a autorização dos verdadeiros contratantes. Os serviços eram instalados nas residências visitadas pelo suspeito, que conseguia cumprir suas metas de contratação estabelecidas, recebendo pagamentos e comissões regularmente.
O suspeito de 39 anos foi autuado em flagrante pelo crime de falsidade ideológica e permanecerá na carceragem da Central de Polícia Civil, aguardando apresentação à audiência de custódia.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.