Paraíba está entre estados com mais tentativas de fraudes na internet

A cada R$ 100,00 que são movimentados em transações para compras feitas através da internet na Paraíba, pelo menos R$ 7,10 representam tentativas de fraudes. Os dados são de um levantamento feito por uma empresa especializada em detecção de fraudes para transações comerciais na internet. O índice mostra que a Paraíba é o 9º estado do Brasil com maior número de casos de tentativas de golpe em compras online.

Os números foram coletados durante todo o ano de 2015 e divulgados neste mês de julho. Em 2014, o índice na Paraíba foi de 5,8%. De acordo com o levantamento, a venda de aparelhos celulares é o maior alvo dos golpes. A cada 100 aparelhos que são anunciados para venda na internet na Paraíba, pelo menos 15 são em tentativa de fraudes.
Além do celular, os segmentos mais procurados pelos fraudadores na Paraíba são os de jogos (12,6%), cine e foto (9,7%), eletrônicos (9,5%) e acessórios automotivos (8,1%). No Brasil, a Paraíba está atrás de Tocantins, Ceará, Amapá, Bahia, Alagoas, Goiás, Maranhão e Amazonas, que em 2015 tiveram índices maiores, segundo o levantamento.
O bacharel em direito João da Paz Filho mora em Campina Grande,no Agreste paraibano, e por pouco não teve um grande prejuízo ao fazer uma compra pela internet. Ele conta em estava em busca de uma câmera fotográfica profissional e encontrou um modelo que atendia suas necessidades e estava com um bom preço: R$ 1,3 mil. Depois de fazer o cadastro no site, João Filho efetuou o pagamento dividido em dez parcelas através do cartão de crédito.
A vítima conta que a previsão era de que a câmera chegasse na casa dele em até 15 dias. Após pouco mais de um mês de atraso na entrega, João Filho pesquisou na internet e descobriu que o site era falso. Ele já havia pagado a primeira prestação da compra. “Eu achei estranho a demora e quando fui pesquisar na internet, vi que várias pessoas reclamavam do mesmo problema. E o site era o mesmo que eu tinha comprado. Tentei acessar o site de novo, mas ele não existia mais”, explicou ele.
O prejuízo de João Filho foi de R$ 130,00 da primeira prestação que ele havia pagado e a perda só não foi maior porque ele entrou em contato com a empresa do cartão de crédito e conseguiu cancelar o restante do pagamento. “Até hoje fico surpreso. O site era bem organizado e exigia até um cadastro. Isso mostra o quanto podemos estar vulneráveis”, disse a vítima.
Cuidados com sites de compras
De acordo com o técnico em informática Saulo Victor, para evitar ações fraudulentas algumas boas dicas são: ter um antivírus no computador e mantê-lo atualizado, ter atenção com o endereço do site, buscar referências em sites de pesquisa sobre o site que está vendendo o produto e analisar os comentários de pessoas que já fizeram compras no mesmo endereço.
“É preciso ter cuidado com os vírus, pois alguns deles podem roubar as senhas do usuário. O endereço dos sites geralmente começam com 'http//'. Então se houver algo diferente, como uma letra, é bom ter cuidado. O consumidor também pode olhar sites de pesquisa e procurar saber sobre aquele site e também ler os comentários de quem já comprou nele”, destaca ele.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.