Justiça mantém condenação contra homem que matou esposa na PB

A Justiça decidiu manter a pena de 21 anos de prisão em regime fechado a um homem condenado por ter matado sua esposa, Maria da Penha Estácio da Cruz, a pauladas, em 2008. A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) negou nesta terça-feira (9) uma apelação movida pelo acusado Marinaldo Patrício da Cruz.

De acordo com o relator do processo, o juiz José Guedes Cavalcanti, a decisão dos jurados pela condenação está de acordo com as provas apresentadas durante o processo. A decisão foi unânime e o Júri optou por uma versão para os fatos oposta à apresentada pelo acusado, que negou a autoria do crime. Marinaldo foi condenado por cometer homicídio sem dar chance de defesa à vítima, segundo o Código Penal.
O crime aconteceu no dia 31 de julho de 2008, nas proximidades da Fazenda São Felipe, na zona rural do município de Cruz do Espírito Santo. O homem assassinou a esposa a paulada, com quem era casado há mais de 13 anos. Conforme a denúncia do Ministério Público, após o crime, o condenado simulou que outra pessoa teria praticado o homicídio.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.