Jovem morta a tiros e atropelada em João Pessoa é identificada

A mulher morta a tiros e atropelada no sábado (20) no Colibris, em João Pessoa foi identificada. Alzira Lopes tinha 22 anos, era mãe de três filhos e, segundo informações de amigos, estava se relacionando com pessoas perigosas. A mulher foi encontrada na madrugada de sábado na rua Maria Cordélia Ramalho Campos, mas morava em um apartamento em Mangabeira VII. Até o início desta segunda-feira (22), nenhum suspeito havia sido preso.

Alzira Lopes foi levada de carro até a rua, baleada várias vezes e teve seu corpo atropelado pelo veículo logo em seguida. De acordo com um dos moradores da área onde foi registrado o homicídio, que preferiu não ser identificado, foram ouvidos pelo menos seis disparos de arma de fogo.
“Era mais ou menos 1h40, foi por volta de seis tiros. Eles atiraram três vezes seguidas e  saíram. Depois retornaram e atiraram mais três ou quatro vezes”, comentou a testemunha. O sargento Magno, da Polícia Militar, confirmou que os criminosos passaram com o carro por cima do corpo da jovem.
O exame de perícia do Instituto de Polícia Científica (IPC) confirmou que quatro tiros atingiram a jovem. “Lamentável. Uma pessoa muito jovem que teve sua vida tirada de uma forma tão violenta e cruel”, comentou a delegada Maria das Dores, delegada responsável por registrar o caso.

Nas redes sociais, amigas e colegas de Alzira Lopes comentaram que aconselharam muito a jovem, mas que ela não ouvia. O corpo da jovem foi enterrado no cemitério Senhor da Boa Setença no bairro do Varadouro, na capital paraibana.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.