Evento discute crise hídrica, anatomia e soluções para a seca em JP

‘As Mudanças Climáticas em seu Significado para o Desenvolvimento do Nordeste do Brasil’ e ‘Anatomia da seca no Nordeste e previsão climática sazonal’ abrem na manhã desta quinta-feira (1º) a série de painéis e palestras do seminário ‘A Crise Hídrica no Semiárido Paraibano’, promovido pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba. O evento, de cunho técnico-científico, reunirá gestores de órgãos e instituições públicas, especialistas da área e membros de órgãos de controle externo até esta sexta-feira (2), no Centro Cultural Ariano Suassuna, pertencente ao TCE-PB.

Realizado em cooperação com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Estadual da Paraíba (UEPB), trará à Paraíba algumas das maiores autoridades do país em previsão e mudanças climáticas, em abastecimento e gestão dos recursos hídricos.

A exposição do tema ‘As Mudanças Climáticas em seu Significado para o Desenvolvimento do Nordeste do Brasil’ será feita por Paulo Nobre, climatologista do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e que foi, até ano passado, o coordenador da Rede Brasileira de Pesquisas em Mudanças Climáticas Globais – Rede CLIMA.

A segunda palestra, às 10h, com o tema ‘Anatomia da seca no Nordeste e previsão climática sazonal’, será ministrada por Lincoln Muniz Alves, também Doutor e pesquisador, desde 2010, do Grupo de Mudanças Climáticas do INPE.

Com experiência na área de Geociências, e ênfase em Climatologia, Lincoln Muniz participa atualmente de vários projetos de pesquisa com instituições brasileiras, inglesas, francesas e americanas.

Para o presidente do TCE-PB, conselheiro Arthur Cunha Lima, que abre o evento às 8h30, o seminário constitui uma oportunidade importante para a região nordeste, “pela possibilidade de apontar caminhos e alternativas para os principais problemas do Semiárido, a exemplo da gestão e qualidade das águas, do abastecimento, e da expectativa de chegada da água da Transposição”.

O Corregedor do TCE, conselheiro Fernando Catão – que idealizou o evento e é um dos responsáveis pelas articulações que trazem a João Pessoa os especialistas de renome nacional e internacional-, fará um resumo dos processos de Auditoria Operacional por ele coordenados nas Várzeas de Sousa e no sistema de abastecimento d’água de João Pessoa.

Durante a abertura oficial, também usarão da palavra o conselheiro Marcos Costa, que coordena a Escola de Contas do TCE – responsável pela organização do seminário no âmbito da Corte -, o assessor do Tribunal de Contas da União na Paraíba, André Delgado de Souza, e o professor Heber Pimentel Gomes, que na sexta-feira dará palestra com o tema “Adutoras Complementares: Litoral/Agreste e Monteiro/Gravatá.

O seminário permitirá discussões, também, sobre outros assuntos importantes, como: ‘A Qualidade da Água Atual dos Reservatórios de Abastecimento do Estado da Paraíba’; ‘Gestão dos Recursos Hídricos das Bacias do Semiárido Paraibanos’; ‘Expectativa da Chegada da Água da Transposição aos Reservatórios do Semiárido Paraibano’; e ‘Soluções Alternativas ao Abastecimento da Cidade de Campina Grande’.

Também fazem parte, ainda, da mesma programação, debates sobre ‘Alternativa para a Não Chegada das Águas da Transposição Antes do Colapso Total da Atual Capacidade do Reservatório Epitácio Pessoa’, e ‘Planta de Reuso de Águas Residuárias’.

Fonte:Portal Correio
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.