Empregados paraibanos no RS eram punidos dentro de cela, diz polícia

Os empregados paraibanos flagrados dentro de um caminhão em Lajeado, no Vale do Taquari no Rio Grande do Sul, na tarde de quarta-feira (24), ficavam presos em uma cela, onde sofriam punições e ameaças psicológicas, conforme relato da vítima denunciante à polícia.
Foram ouvidas 17 pessoas, sendo 15 trabalhadores e dois empregadores. Segundo o delegado Mauro Mallmann, que colheu os depoimentos, os vendedores de materias como cintos e capas de bancos de carro eram transportados no compartimento de carga de um caminhão-baú, onde ficava a cela.
À polícia, os ambulantes disseram que eram submetidos a castigos quando não alcançavam a meta de venda, e também afirmaram ter limitações de locomoção e jornada de trabalho excessiva.

O delegado diz que o grupo foi atraído por uma pessoa da Paraíba, que entregou certa quantia em dinheiro para cada um dos empregados para sustento das famílias. Esse dinheiro deveria ser devolvido com o trabalho prestado no Rio Grande do Sul.
Entretando, para a procuradora do Trabalho, Enéria Thomazini, do Ministério Público do Trabalho, essa quantia recebida não poderia ser completamente devolvida. "Essa divida na verdade sempre se torna crescente por conta dos outros gastos como alimentação, então é uma dívida e valores que nunca seriam quitados."
De acordo com informações da polícia, os trabalhadores recebiam uma quantia insuficiente para alimentação diária e dormiam dentro do caminhão, ou em redes do lado de fora do veículo.
O flagrante ocorreu durante uma operação realizada pela Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Ministério do Trabalho e Brigada Militar. Dois homens foram presos, suspeitos de de exercerem conduta análoga a escravidão. 
Os presos foram encaminhados ao Presídio Estadual de Lajeado.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.