Cidade é sitiada em ação com ataque a banco, uma pessoa morta e outra ferida, na PB

Um homem morreu e outro ficou ferido na madrugada desta terça-feira (30) em confronto entre policiais militares e um bando de criminosos que havia acabado de atacar uma agência bancária em Queimadas, no Agreste paraibano, a 133 km de João Pessoa.

Segundo a Polícia Civil, o tiroteio aconteceu durante a fuga dos assaltantes. Equipes da cidade de Boqueirão, que tinham sido informadas sobre a ação no banco, montaram campana na estrada para tentar impedir que os bandidos escapassem. Houve intensa troca de tiros e um suspeito foi morto. Os cúmplices abandonaram o corpo do suspeito e um dos carros usados na fuga. Um fuzil calibre ponto 50 e dezenas de munições também foram deixadas no veículo. Os outros integrantes da quadrilha seguiram a rota e ainda não foram presos. A Polícia Militar acredita que pelo menos dois deles tenham sido feridos. 

Um homem que passava pela área no momento do confronto acabou sendo atingido por um tiro. A vítima foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande e, segundo informações repassadas à Polícia Civil, não corre risco de morte. Nenhum policial ficou ferido no tiroteio.

Ao Portal Correio, um agente de investigação da Polícia Civil disse que pelo menos 16 homens teriam participado do ataque ao banco. Eles estavam fortemente armados.

“Os bandidos sitiaram toda a cidade, distribuídos em pontos estratégicos. Eles cercaram inclusive a delegacia e a sede da Polícia Militar. Efetuaram vários disparos, mas ninguém se feriu. Algumas viaturas foram metralhadas”, contou o policial, que preferiu não ser identificado na reportagem.

Houve explosões no banco e o objetivo principal do bando seria roubar o cofre principal da agência, porém a gerência estima que pouco dinheiro foi roubado.

“Os bandidos explodiram dois caixas, um deles só tinha documentos e o outro moedas e notas trocadas. Segundo o gerente, o cofre onde estava o montante maior tem tecnologia que ao sentir o impacto queima todas as notas que estão dentro e, mesmo assim, não chegou a ser explodido”,  informou a capitão Luciana Firme. 

A Polícia Militar divulgou que toda região de Queimadas está cercada para buscas por suspeitos. A atividade conta com reforço de equipes de outras cidades. 

Fonte:Portal Correio
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.