Atletas temem que após Olimpíada ocorra redução drástica nos patrocínios

A iminência da chegada da Olimpíada ao Brasil fez com que empresas privadas e estatais abrissem os cofres para investimento no esporte, mas dirigentes e atletas temem que a crise econômica acentue a usual redução de patrocínio pós-Jogos.

Neste ciclo 2012-2016, as cinco maiores companhias brasileiras injetaram cerca de R$ 650 milhões no setor.

Segundo levantamento do jornal Folha de São Paulo, 89% dos atletas que estão na delegação olímpica brasileira disseram receber ajuda de empresas públicas.

Os recursos são parte do esforço para tentar a atingir meta estabelecida pelo Comitê Olímpico do Brasil de que a delegação termine entre as dez primeiras colocadas, pelo total de pódios.

FONTE: Paraiba Online
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.