Suspeito de usar cavalo para assaltar conveniência é achado morto na PB

O jovem de 18 anos suspeito de assaltar, a cavalo, uma loja de conveniência em um posto de combustíveis de João Pessoa foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (4) em um matagal no bairro de Funcionários I. De acordo com a Polícia Militar, o corpo de Gemerson Lucas de Brito Silva apresentava marcas de perfuração. Moradores da região disseram ter ouvido tiros na madrugada desta segunda.

O crime do qual Gemerson era suspeito aconteceu na noite do dia 26 de abril, e a ação inusitada foi flagrada pelas câmeras de segurança do estabelecimento. No dia 11 de maio, ele foi preso pela PM após uma abordagem de rotina dos policiais no bairro de Cruz das Armas, na capital paraibana. Segundo o pai da vítima, o jovem foi liberado no mesmo dia da prisão. 
De acordo com Luiz Gonçalves da Silva, que é pai da vítima, Gemerson havia saído de casa na tarde do domingo (3). “Eu não sei se ele estava devendo dinheiro a alguém, mas ele estava envolvido em negócios com drogas. Ele saiu de casa dizendo que ia na feira e voltava logo, mas não voltou. Não sei o que aconteceu, depois daquela história do cavalo ele não havia feito mais nenhum crime”, disse. A polícia vai investigar as causas da morte dele.
Relembre o caso
As imagens das câmeras de segurança do posto, que fica no bairro Esplanada, mostraram quando o assaltante chega com um cavalo e entra com o animal na loja de conveniência. O vídeo mostra o momento em que ele desce do cavalo e entra no local com o animal. Em seguida, o assaltante encontra um funcionário do posto que voltava do setor de estoque. Ele puxa o dinheiro do bolso da camisa do funcionário e ainda pede para a vítima entregar mais.
Ainda nas imagens das câmeras de segurança, é possível ver quando o assaltante se assusta com alguma coisa e foge. O cavalo, que estava na porta da loja também se espanta com a ação  e corre para um lado diferente do assaltante e os dois fogem em seguida.
O frentista que foi vítima do assalto contou que o suspeito se assustou após ouvir barulhos de tiros do lado de fora do posto. “Tinha um cliente nosso aqui fora e eu não sei se foi ele, mas ele [o assaltante] saiu correndo do susto, porque escutou os tiros. Eu também ouvi, mas não sei quem foi, foram dois tiros”, contou.
Ainda de acordo com o frentista, na hora da fuga o homem abandonou o animal. “Eu fui atrás do cavalo depois peguei e amarrei aqui e liguei para o pessoal da prefeitura que recolhe cavalos”, explicou.

O animal, que segundo a proprietária, era roubado, foi recolhido pela Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), que informou, por telefone que a dona do animal pagou um valor de R$ 100 para liberar o cavalo. Ela contou aos funcionários da autarquia que esta não era a primeira vez que o mesmo suspeito teria roubado o animal.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.