Suspeito de matar mulher na PB é preso no Ceará após ficar 15 dias em liberdade

Um jovem de 26 anos foi preso na divisa dos estados do Ceará e Maranhão suspeito de matar Maria de Fátima, de 22 anos, em junho deste ano, na Zona Rural do município de Bananeiras, no Brejo paraibano, a 90 km de João Pessoa. Késsio Silva de Andrade foi preso em uma blitz da Polícia Militar local. Quando praticou o crime, o homem estava em liberdade há 15 anos.

Segundo informações do delegado Diógenes Fernandes, Seccional da Polícia Civil de Solânea, Késsio Silva foi preso cerca de três dias após o crime durante uma blitz da Polícia Militar da cidade de São Benedito (CE). Após averiguações, os policiais constataram que o jovem era procurado por homicídio na Paraíba. Havia um mandado de prisão em aberto contra ele.

“A Polícia Civil foi contatada sobre a prisão do suspeito e começamos os trâmites burocráticos para o recambiamento para a Paraíba. Késsio foi o executor da mulher a mando do tio, que já está preso. Com a prisão dele, o inquérito foi concluído e os culpados presos. Após o crime, Késsio fugiu para casa de amigos no Ceará”, falou o delegado.

De acordo com levantamento feito pela Polícia Civil, a vítima era ameaçada pelo ex-esposo por ela não querer mais reatar o relacionamento. Ainda segundo a polícia, o homem planejou a morte da mulher e contou com a ajuda do sobrinho para executá-la.

“O ex-marido da vítima convenceu Késsio a matar a mulher dizendo que ela estava o denunciando à polícia pelos crimes que praticava, como roubo de motocicletas. Convencido, Késsio Silva foi até a casa de Maria de Fátima e a matou com três tiros na cabeça”, concluiu o delegado.

Fernandes disse que quando a mulher foi morta, o suspeito tinha deixado o presídio há 15 dias onde cumpria pena por roubo a motocicletas e tentativas de homicídio. “Ele é considerado uma pessoa perigosa e dedicada ao mundo crime, com muitas passagens pela Justiça e a prisão foi de suma importância, tanto que fizemos questão de buscá-lo no Ceará para que responda a este bárbaro homicídio, bem como se possa apurar vários crimes de roubo praticados por ele na região", falou o delegado, informando que o jovem foi levado para a Cadeia Pública da cidade de Bananeiras. Tio e sobrinho estão na mesma cela.

Fonte:Portal Correio
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.