Seleção brasileira prepara novos talentos no futebol de 5

Campina Grande foi à cidade escolhida pela comissão técnica da Seleção Brasileira de Futebol de 5 para treinar durante uma semana jovens talentos de todo o país visando à disputa dos jogos Parapan – Americano de Jovens que acontecerá no próximo ano em São Paulo. O grupo é formado por atletas entre 13 e 19 anos que durante os treinos aprimoraram suas técnicas dentro de quadra para no futuro chegarem à equipe principal.

Alguns jogadores que vieram para a Paraíba estão começando agora no mundo da bola para deficientes visuais. Fábio Vasconcelos, que é paraibano e treinador da Seleção Brasileira de Futebol de 5, contou que essa atividade faz parte do projeto a longo prazo da Confederação Brasileira de Desportos Visuais (CBDV) para estimular a prática da modalidade na região e formar jovens jogadores visando manter a soberania verde-amarela nas competições nos próximos anos.

Esta foi à terceira fase dos treinamentos em preparação para os jogos Parapan-Americano de Jovens. A competição acontecerá em março e até lá a Seleção juvenil fará encontro mensais para além dos treinos realizarem avaliações físicas, nutricionais e receberem orientações. Os atletas que treinaram em Campina Grande foram destaques em seletivas regionais e chamaram atenção da comissão técnica da Seleção Brasileira.

Para o auxiliar técnico, Josinaldo Costa, esse tipo de atividade com adolescentes fomenta neles o desejo e dedicação nos treinos para se tornarem jogadores profissionais.

“Temos como objetivo principal fazer o estímulo na modalidade, para termos condições de trabalhar essa garotada para um dia chegar à seleção principal. Esse é o nosso maior objetivo. Alguns jogadores estão começando agora no futebol de 5, então nosso desejo é dar essa oportunidade para eles, mas sabemos que é um trabalho de longo prazo e os frutos virão depois”, contou.

Paraíba em quadra

A Paraíba marcará presença em mais uma edição dos Jogos Paralímpicos, desta vez com três atletas na relação de convocados para Seleção de Futebol de 5. São eles o goleiro Luan, o fixo Damião Robson e o ala Bill. Além dos jogadores na beira da quadra estará mais um paraibano, Fábio Vasconcelos que é treinador e foi arqueiro da Seleção por uma década.

Fábio contou que a expectativa para disputar uma Paralimpíadas em casa é muito grande e que a responsabilidade é maior do que nas outras edições, já que estará na presença dos brasileiros durante as partidas. Quando atuava como goleiro ele ganhou três medalhas de ouro paralímpicas, em Atenas 2004, Pequim 2008 e em Londres 2012.

De olho nos adversários

O futebol de 5 virou modalidade paralímpica em 2004 e desde então apenas o Brasil ganhou as disputas. Manter a hegemonia verde e amarela durante os jogos no Rio 2016 não será tarefa fácil. Segundo o treinador da Seleção, Fábio Vasconcelos, os principais adversários do Brasil estão treinando pesado para conseguirem o primeiro ouro na competição. Para ele além da tradicional rivalidade com a Argentina, outras duas seleções preocupa os brasileiros, a China e o Irã que é o atual bicampeão asiático.

O Brasil faz parte do Grupo A e fará a sua esteia no dia 9 de setembro. Na primeira fase a Seleção terá como adversários Turquia, Marrocos e Irã. Ainda não tem definição sobre a ordem dos jogos. A final do Futebol de 5 será no dia 17, penúltimo dia dos Jogos Paralímpicos.

Fonte:Portal Correio
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.