Polícia prende mais dois envolvidos no latrocínio de empresário, em João Pessoa

Mais dois suspeitos envolvidos no latrocínio (roubo seguido de morte) do empresário Marcone Morais, 63 anos, dono de uma rede de postos de combustíveis, na Capital, morto em julho deste ano, foram presos pela Polícia Civil nessa segunda-feira (18), em João Pessoa.

Segundo a PC, as prisões aconteceram nos bairros São José e Cabo Branco. Agora já são seis presos e a Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) diz que o inquérito foi encerrado.

Na quarta-feira (13), 24 horas depois do crime, a Polícia Civil apresentou quatro suspeitos de participar da morte do empresário. Entre os presos, está o funcionário de um dos postos de combustíveis do empresário, que foi apresentado pela PC como sendo a pessoa responsável por repassar informações privilegiadas para o grupo de assaltantes.

De acordo com o delegado Marcos Paulo, superintendente da Polícia Civil em João Pessoa, o frentista, que trabalhava há seis meses no posto, confessou a participação no crime e disse que, inicialmente, o plano era roubar os cerca de R$ 300 mil que estavam com o empresário e não matá-lo. Mas, como houve uma reação por parte da vítima, ele foi baleado e morto. O dinheiro não foi levado. A arma usada pelo assaltante morto foi apreendida.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.