Número de animais abandonados nas ruas de Campina cai 65% após uso de chips

Mais de 600 animais já receberam chips nas ruas de Campina Grande, desde que o programa de Registro Geral de Animais da prefeitura começou a funcionar, há cerca de dois meses. De acordo com balanço divulgado nesta quinta-fera (21), pela prefeitura, o levantamento do Centro de Controle das Zoonoses constatou que o número de animais de grande porte recolhidos nas ruas e levados para o serviço diminuiu 65% nos últimos dois meses.

De acordo com a gerente de vigilância ambiental, Rossandra Oliveira, até o mês de abril deste ano, cerca de 165 cavalos, burros e jumentos abandonados eram levados por mês para o Centro de Zoonoses. No entanto, segundo informou Rossandra, nos meses de maio e junho a média foi reduzida para 58 animais recolhidos.

O cadastramento dos animais é feito no próprio Centro de Zoonoses, no bairro de Bodocongó. Para ter direito à implantação do chip no animal, os carroceiros precisam fazer o cadastro social para o acompanhamento das famílias e as carroças devem ser emplacadas. A ação envolve as secretarias municipais de Saúde, de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma) e de Assistência Social (Semas), além da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP).

Para denunciar casos de abandono ou maus tratos de animais qualquer pessoa poderá ligar para a Sesuma (telefone 3341-0600), ou para o Centro de Zoonoses (3310-7062). Para ajudar na identificação dos infratores é importante que a população anote e informe o número da placa da carroça.

Fonte:Portal Correio
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.