IFPB prorroga entrega de documentação para inscrição em cursos com 350 vagas

O Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) prorrogou, até dia 20 de julho, o prazo para entrega da documentação dos inscritos no Processo Seletivo dos Cursos Técnicos (PSCT 2016.2). O preenchimento do formulário de inscrição e do questionário continuou com o mesmo prazo final, às 17h desta sexta (15). É preciso protocolar no campus a documentação exigida para concorrer a uma das 350 vagas em cursos técnicos subsequentes (para quem terminou o Ensino Médio). 

As vagas são em cursos presenciais e a inscrição é gratuita. A novidade é que a seleção é pela análise das notas do ensino médio. Os aprovados vão ingressar no segundo semestre letivo desse ano. Estão sendo ofertadas vagas em Cabedelo, Cabedelo Centro, Campina Grande, Esperança, Mangabeira, Patos e Picuí. São vagas para Técnico em Serviços Jurídicos, Informática, Meio Ambiente, Edificações, Eletrotécnica, Mineração, Manutenção e Suporte em Informática, Cuidados de Idosos e Transporte Aquaviário. Não há cobrança de taxa de inscrição. 

A documentação obrigatória para ser entregue no campus inclui a cópia da identidade e comprovante de inscrição obtido com o formulário preenchido online. Se fizer só a parte online, o IFPB reforça que a inscrição não estará concluída. Com a alteração na data de entrega, o prazo final para resultado da seleção é dia 1º de agosto. 

Há duas formas de seleção; o candidato pode protocolar o Histórico Escolar e certificado de conclusão do ensino médio ou equivalente para que seja analisado o desempenho escolar em Língua Portuguesa e Matemática, ou ainda protocolar o resultado obtido no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por meio de documento emitido pelo site oficial, para que seja analisada a média aritmética da nota de desempenho das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Matemática.

Metade das vagas é reservada para quem é egresso da escola pública. Dentro desse montante, há reserva de 50% para quem tem renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo. Nesse universo, há cota de 50% para pessoas que se autodeclaram pretos, pardos ou indígenas, conforme dito na legislação. O IFPB reserva ainda 5% do total de vagas para pessoas com deficiência.

Fonte Portal Correio

Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.