Governo edita decreto para aumentar diárias de servidores na Olimpíada

Homens da Força Nacional protestaram por atrasos em pagamentos.
Dos dias 24 de julho a 22 de agosto, diária passará de R$ 220 para R$ 550.

O governo federal publicou nesta sexta-feira (15), em edição extra do "Diário Oficial da União", um decreto para aumentar em 150% o valor da diária de servidores públicos a serviço do governo federal, incluindo agentes da Força Nacional, durante o chamado “período olímpico”, de 24 de julho a 22 de agosto deste ano.
Com isso, o valor máximo da diária, que é de cerca de R$ 220, passará para R$ 550 no período. Segundo o secretário-executivo do Ministério da Justiça, José Levi do Amaral Júnior, o aumento das diárias “já estava previsto” no orçamento deste ano e não impactará as contas públicas.

“Essa é a medida que se tomou para atender a contento os servidores públicos que estarão no Rio de Janeiro. De maneira especial, os servidores policiais que lá estarão, aí incluídos os colaboradores eventuais da Força Nacional”, afirmou o secretário-executivo.
Protesto
Na última quarta (13) agentes da Força Nacional fizeram um protesto para reclamar de atraso de pagamento de diárias e reivindicar melhores condições nos alojamentos. Eles ameaçaram, inclusive, abandonar a segurança da Olimpíada.
Os manifestantes afirmaram que tiveram que instalar chuveiros, tomadas e lâmpadas no recém-construído condomínio do programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal, cedido para servir de hospedagem.
Os agentes dizem que os alojamentos foram entregues inacabados e sem equipamentos básicos, como colchões, geladeiras, fogões e outros eletrodomésticos.
Ainda de acordo com os agentes, antes da ida para o Rio de Janeiro, houve uma promessa de que o valor da diária seria dobrada. No entanto, isso não teria acontecido.
Cerca de quatro mil agentes da Força Nacional já estão no Rio para atuar nos jogos. A previsão é de que mais agentes sejam deslocados para a cidade.
O número exato de agentes não foi divulgado pelo Ministério da Justiça por “questões de segurança”, segundo o secretário-executivo.

Agentes da Força Nacional ouvidos pela GloboNews relataram problemas com milicianos no condomínio, na Zona Oeste do Rio, em que os policiais estão alojados.
Eles contaram que tentaram instalar Internet nos alojamentos, mas foram impedidos pela milícia que supostamente controla a região.
José Levi não quis comentar o problema com milicianos. Disse apenas que o Ministério da Justiça vai enviar uma equipe para o Rio de Janeiro na próxima semana para avaliar a situação e tomar “providências”.
“O ministro da Justiça estará no Rio, acompanhará em loco a circunstância, tomará todas as providências para que as circunstâncias de desenvolvimento das atividades sejam as melhores possíveis. Certamente a majoração da diária é um passo importante nesse sentido”, disse.
 Fonte G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.