Empresário de Caicó, no RN é preso pela Polícia Civil em João Pessoa

Um empresário da cidade de Caicó, no Rio Grande do Norte, foi preso na manhã desta quinta-feira (21) em uma casa no bairro Aeroclube, em João Pessoa. Segundo o delegado Ricardo Brito, da 3ª Delegacia de Roubos e Furtos de Caicó, o homem é suspeito de participar do roubo de joias na pousada de uma ex-senadora do Rio Grande do Norte e teria fugido para a Paraíba após a informação de que o mandado de prisão temporária contra ele havia sido expedido. A polícia vai investigar o vazamento da informação.
Segundo o delegado, o crime aconteceu no dia 28 de maio, na cidade de Caicó. No dia do crime, três homens armados entraram na pousada, renderam os funcionários e clientes, trancaram em um cômodo e fugiram levando as joias que estavam com as vendedoras. A pousada era usada pelas mulheres como ponto de repasse do material para as revendedoras.
“As investigações começaram pelas câmeras de segurança da pousada. Por meio delas, identificamos que um dos três suspeitos teria ido para a pousada com uma adolescente e os dois se passaram por clientes para poder analisarem a situação do local e darem encaminhamento ao crime”, explicou o delegado.

Após a polícia identificar a adolescente, que foi ouvida, os policiais conseguiram descobrir que uma das funcionárias da pousada teria repassado as informações sobre a transação com as joias para o filho dela, que tem ligação com o empresário que foi preso. “O empresário, por sua vez, tem contato com o chefe da quadrilha, que está foragido. Ele teria dado a logística para que o assalto e a fuga dos suspeitos fosse feita com sucesso e ao final, as joias seriam divididas para todos”, disse Brito.
Ainda segundo o delegado, na última semana a polícia conseguiu o mandado de prisão temporária do empresário, mas a informação sobre a busca dos policiais vazou e o empresário teria fugido da cidade. “Abrimos uma sindicância para apurar como aconteceu esse vazamento e ao mesmo tempo nosso serviço de inteligência começou a buscar informações sobre o paradeiro dele. Ficamos sabendo que ele estava escondido na casa de uma companheira em João Pessoa, montamos a operação e conseguimos realizar a prisão”, completou.
Além do empresário detido na Paraíba, foram presos em Caicó a funcionária da pousada e o filho dela. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão na empresa do suspeito na cidade potiguar. O homem foi levado ainda na manhã desta quinta-feira para a cidade de Natal, de onde deve ser transferido para Caicó. Segundo Ricardo Brito, a prisão do empresário é temporária por cinco dias e tem o objetivo de ajudar a polícia a colher informações. “Caso seja necessário, iremos pedir a prisão provisória dele, que também deve ser indiciado por roubo qualificado”, concluiu o delegado.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.