Detentos usam corda, escalam muro e fogem de presídio de João Pessoa

Dois detentos, que respondem por homicídio e estupro, conseguiram fugir na madrugada desta quarta-feira (20), do Presídio Silvio Porto, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. Até as 8h, os fugitivos não tinham sido recapturados. A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) investiga o caso.

De acordo com as informações repassadas pela assessoria de imprensa da Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba, por volta de 1h30, quatro detentos tentaram fugir na unidade prisional usando uma corda feita de tecido chamada de ‘Tereza’.

Os agentes penitenciários perceberam a fuga e conseguiram evitar ainda que dois fugissem. Entretanto, dois detentos fugir pelo muro da unidade. O grupo estava no pavilhão 21.

Os presos que fugiram foram identificados como sendo Ednaldo da Silva Rodrigues vulgo "peleca". Ele foi condenado a 36 anos e 8 meses por homicídio. O detento estava há 4 anos no Silvio Porto. Já o Fernando Oliveira de Brito, vulgo "catê, neguinho ou bombado", foi condenado a 8 anos por estupro. Ele estava há quatro meses no Silvio Porto.

Fonte:Portal Correio
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.