David Lobão diz que há revezamento de oligarquias na gestão de Campina Grande

O pré-candidato a prefeito de Campina Grande professor David Lobão (PSOL) disse que há um revezamento de oligarquias na gestão do município que não traz novidades.

Ele ressaltou que é preciso revolucionar a educação, saúde e tratamento com o servidor público de Campina Grande, sendo possível essas ações a partir de uma candidatura descomprometida com a classe dominante.

David falou sobre  a busca do PSOL em  partidos para formação de uma coligação para eleições deste ano.

– Nós temos uma clareza de que o PSOL é uma nova alternativa com a sociedade e essa alternativa consta com a aliança daqueles que defendem as mesmas ideias e mesmos princípios nossos, que é a ideia de olhar a sociedade sob a ótica da classe trabalhadora. Em Campina Grande, infelizmente, os partidos que nacionalmente fazem acordo nesse sentido não existe formalmente. Fazer coligações com partidos de aluguéis, aqueles que apenas pensam na soma matemática, que se corrompem, que se vendem, que se deterioram nessas relações, não nos interessa. Defendemos sim uma unidade da esquerda socialista em todo o Brasil na tentativa de construir candidaturas que representem efetivamente uma nova ordem, uma nova proposta para a sociedade com os olhos da classe trabalhadora – disse Lobão.

O prefeitável comentou sobre as mudanças eleitorais no pleito deste ano. Segundo ele, a imprensa possivelmente não convidará o candidato para debates  eleitorais porque o convite só pode ser feito se nove deputados federais do partido forem eleitos e apenas seis parlamentares paraibanos do PSOL ocupam cargos do Poder Legislativo na Câmara dos Deputados.

– Nossa relação com o público vai ter que ser diferente, vamos usar muito a mídia alternativa. Eu não tenho dúvida de afirmar que toda minirreforma política conservadora e reacionária veio para prejudicar os partidos que se colocam como protagonistas da luta da classe trabalhadora, esses partidos que são pequenos e não nanicos. Nanicos são aqueles que se vendem e que se trocam por qualquer moedinha e nós do PSOL e partidos de esquerda não fazemos isso – explicou.

Além disso, o pré-candidato falou do ambiente que está atualmente no partido frisando que há um setor que deseja fazer do PSOL o antigo PT e ampliar o partido para direita.

Ele também revela que existem dificuldades financeiras não proporcionando aos candidatos que seus nomes sejam divulgados. Porém, o partido está empenhado pela luta da classe trabalhadora e pretende investir na política de geração de emprego, renda e educação.

David também disse que os pré-candidatos têm um único projeto que é chegar ao poder para gerenciar o Estado.

Sobre a segurança pública, o pré-candidato explicou que as informações divulgadas pela grande imprensa é que segurança é um problema nacional e os governos oficiais culpam os mais pobres pela violência.

O professor acredita também que é possível resolver o problema na saúde pública do Brasil, principalmente em Campina Grande, enfatizando que os hospitais públicos podem ser priorizados com a verba pública e oferecer plano de carreira aos agentes de saúde do município.

Sobre a dificuldade na contratação de médicos, o prefeitável falou que se o serviço público não oferecer um salário razoável para esses profissionais, eles não vão desejar prestar seus serviços.

David concluiu se pronunciando sobre a crise hídrica enfrentada em Campina Grande. Ele esclareceu que o problema da Paraíba não é falta d’água, mas a má conservação, o mau armazenamento e má distribuição, proporcionando que 80% da água  armazenada evapore e beneficie os coronéis do interior, que sobrevivem com a indústria da seca, pois concedem carros-pipa para conseguir votos.

O pré-candidato fará o lançamento de sua pré-candidatura nesta quinta-feira (21), às 19h, no prédio onde ficava o curso de Administração da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), por trás dos Correios e Telégrafos, no Centro de Campina Grande.

Estará presente para o lançamento da sua pré-candidatura o vereador Babá (PSOL).

*As informações foram veiculadas na Rádio Campina FM.

FONTE: Paraiba Online
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.