D. Genival celebra 1ª missa dominical como gestor da Arquidiocese da PB

O novo administrador da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França, celebrou neste domingo (10), em João Pessoa, a primeira missa dominical como gestor da Arquidiocese. Dom Genival assumiu o cargo depois que o pedido de renúncia de Dom Aldo Pagotto foi aceito pelo Papa Francisco, na quarta-feira (7).

A celebração aconteceu na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, no Centro. Durante a homilia, Dom Genival falou sobre a importância de estar próximo de si e de ser próximo de alguém. “Nenhum de nós deve, primeiro, se preocupar em querer saber quem é o nosso próximo. Primeiro temos que nos perguntar: eu estou ‘próximo’ de mim e o que eu devo ser para o próximo? Seja você próximo de você mesmo. Aí depois se pergunte para quem você precisa ser ‘próximo’ e faça com que o outro enxergue isso. Quando praticamos a caridade, nós estamos nos assemelhando ao ajudado”, disse.
Após a missa, Dom Genival seguiu para o colégio das Lourdinas, na Torre, onde participou de um encontro com 150 catequistas da Arquidiocese. Durante o encontro, o administrador da Arquidiocese falou sobre a mudança de planos que fez ao ser nomeado para o cargo. “Eu estava me planejando para voltar para Maceió. Nesse interim, já estava para pegar o trem para o sul quando tive que pegar para o norte”, disse Dom Genival.
O bispo também falou sobre a duração do cargo de administrador. “Eu penso que será no tempo mais breve possível e que logo deve ser nomeado o novo Arcebispo aqui da Paraíba. A missão de um administrador, como eu, é justamente de fazer essa transição, quando o cargo está em vacância. Durante este tempo, venho com um espírito muito catequético para ensinar as coisas de Deus a todas as pessoas”, concluiu.

Conheça Dom Genival
Paraibano da cidade de Alcantil, Dom Genival tem 78 anos, é padre há 51 anos e bispo há 16, de acordo com informações da Comissão Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Além da formação em teologia e filosofia, obrigatórios para a ordenação, o bispo emérito também tem mestrado em Pedagogia e chegou a ser professor na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ainda na década de 1980, autou como apresentador de programas em rádios de Campina Grande.
Ordenado bispo em julho de 2000, ele assumiu em outubro do mesmo ano a Diocese de Palmares, em Pernambuco, de onde se afastou há três anos, quando completou 75 anos. Além de bispo de Palmares, foi também secretário e presidente do regional Nordeste 2 da CNBB, que inclui os estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas. Atualmente, faz parte da Comissão Especial para os Bispos Eméritos da CNBB.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.