Aluno é esfaqueado durante intervalo de aula em escola pública da Paraíba

Um aluno de 17 anos foi esfaqueado por outro estudante, da mesma idade, dentro da escola estadual André Gadelha, na cidade de Sousa, no Sertão paraibano. O caso aconteceu na manhã desta quinta, durante o horário de intervalo entre aulas. Depois de ferir a vítima, o estudante fugiu do local e não foi encontrado. Uma discussão pela internet pode ter motivado a lesão corporal, segundo Polícia Militar.

A diretora da escola, Socorro Oliveira, confirmou o caso, mas disse que não queria comentar sobre como a agressão teria ocorrido. Ela destacou que a atitude surpreendeu a todos na escola e disse que os alunos envolvidos sempre tiveram bom comportamento.
Ainda segundo ela, a direção da escola está prestando assistência ao aluno ferido, à família e se colocando à disposição para ajudar a polícia.
De acordo com a Polícia Militar, era por volta das 9h30, quando a vítima estava na escola e foi surpreendida pelo outro estudante que tirou uma faca da bolsa e desferiu golpes.
O garoto foi ferido no braço e no ombro. O outro adolescente fugiu da escola. A Polícia Militar fez buscas pela cidade e na casa de parentes do garoto, mas não o encontrou até 15h30 desta segunda-feira.
Ainda segundo a Polícia Militar, testemunhas informaram que nesta quarta-feira (13), os dois estudantes tiveram uma discussão em um aplicativo de mensagens instantâneas, mas a polícia ainda não sabe o conteúdo das mensagens que teriam sido enviadas entre eles. Depois de ser ferido, o garoto de 17 anos foi encaminhado para o Hospital Regional de Sousa e recebeu antedimento. Segundo a diretora da escola, o estudante ferido já está em casa com família.

Fonte G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.