Contrato de Safadão em Campina Grande não foi firmado, diz produtora

O contrato do show de Wesley Safadão no São João de Campina Grande ainda não foi assinado. Essa informação é da empresa Luan Promoções e Eventos, responsável pelos contratos do artista, que divulgou uma nota oficial na terça-feira (21). A prefeitura de Campina Grande anunciou a apresentação para o dia 1° de julho.
A polêmica veio à tona após serem divulgados os valores dos cachês cobrados por Wesley Safadão às prefeituras de Campina Grande e Caruaru, em Pernambuco. À cidade pernambucana, com show agendado para o sábado (25), o valor pago vai ser de R$ 575 mil, de acordo com prefeitura.

Já em Campina Grande, o cachê a ser pago pela prefeitura, de acordo com o coordenador da festa, Temi Cabral, foi de R$ 195 mil, mas ainda haveria um acréscimo a ser pago por patrocinadores. Por causa da discrepância nos valores, o Ministério Público Federal iniciou uma investigação para apurar as possíveis as irregularidades na contratação do artista.
Em nota, a Luan Promoções e Eventos disse que ''vem a público esclarecer que o cachê do artista no São João 2016, na cidade de Campina Grande, no valor de R$ 195.000, não condiz com a realidade".
Ainda na nota, a empresa pernambucana ainda diz que o valor de R$ 195 mil "não passa de mera especulação, uma vez que o show do artista em Campina Grande ainda não existe contrato firmado", completa a nota assinada por um dos sócios da empresa.
Temi Cabral informou que as negociações com a Luan Promoções e Eventos iniciaram ano passado. "Desde o início nós informamos que a prefeitura de Campina Grande não tinha condições de pagar os valores cobrados atualmente. Deixamos tudo acertado com os empresários e foi firmado o valor de R$ 195 mil", afirmou o coordenador do São João de Campina Grande, que ainda disse que o contrato não foi assinado, mas todo o processo está pronto e deve ser concluído nesta semana.
Para a prefeitura de Campina Grande, o show está mantido para o dia 1° de julho. "Tudo continua como foi acertado anteriormente, mas após essas especulações vou entrar em contato com a Luan [Promoções e Eventos] para esclarecer toda a situação e chegar a um resultado", disse Temi Cabral.
Cabral acrescentou ainda que é comum que o contrato seja fechado somente mais perto da data do show. "Pelo menos da parte da prefeitura, não há possibilidade de cancelamento", disse.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.