Campina Grande registra sete roubos de motos em menos de cinco horas

Pelo menos sete motociclistas foram roubadas e furtadas em um intervalo de pouco mais de quatro horas, entre o fim da tarde e noite desta quarta-feira (29), em Campina Grande, no Agreste paraibano. As ocorrências foram registradas pelo Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop). Os crimes ocorreram em sete bairros diferentes e até 8h20 desta quinta-feira (30), apenas uma das motos furtadas havia sido recuperada e nenhum suspeito foi preso.
De acordo com o relatório do Ciop, o primeiro roubo ocorreu por volta das 17h50 na Avenida Manoel Tavares, no Alto Branco, onde um homem teve a moto roubada enquanto abastecia em um posto de combustíveis. O crime foi praticado por dois homens armados que estavam em outra moto.

Já por volta das 18h, um homem deixou a moto estacionada na frente de casa no bairro Presidente Médici mas, ao retornar percebeu que a moto havia sido levada. Minutos depois a Polícia Militar conseguiu recuperar a moto, mas o suspeito fugiu.
No bairro José Pinheiro, dois suspeitos roubaram uma moto de cor cinza por volta 19h25. Segundo a vítima, um dos homens estava usando uma jaqueta de mototaxista. Cerca de meia hora depois, outra moto foi roubada no bairro Ramadinha. De acordo com o Ciop, a vítima estava chegando em casa quando dois homens se aproximaram em outra moto, anunciaram o assalto e fugiram com a moto, de cor vermelha.
Já no Distrito de São José da Mata, na zona rural, dois homens roubaram uma moto de cor  preta às 20h10. Segundo a vítima, a moto tinha adesivos amarelos. Menos de 20 minutos após outra moto foi roubada no bairro do Centenário. Um casal estava trafegando pelo bairro quando foi rendido e roubado por dois homens armados. O último caso da noite aconteceu no biaro Catolé, às 22h17, quando dois homens roubaram uma moto de cor preta.
Ainda de acordo com o Ciop, em todos os casos as vítimas foram assistidas por guarnições da Polícia Militar e orientadas a prestarem queixa na Polícia Civil para que os crimes sejam investigados.

Fonte:G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.